sexta-feira, 22 de abril de 2016

Há riscos de contaminações por DSTs e de gravidez na masturbação mútua ?

Será que há riscos de contaminações por DSTs e de gravidez na masturbação mútua ou a prática seria 100% segura ?

Resultado de imagem para dst
Toda atividade sexual apresenta riscos, entretanto,  as não-penetrativas apresentam um menor risco que as penetrativas. A forma de reduzir o risco de uma doença sexualmente transmissível e de gravidez indesejada é a utilização de barreiras como o preservativo. 

- No sexo oral há um risco elevado de se infectar com uma doença sexualmente transmissível do que com outras formas de sexo sem penetração, mas ainda assim, há menos possibilidade de infectar estas doenças através do sexo oral do que com atividade sexual com penetração. 

- O risco da gravidez com sexo oral ,somente será possível caso haja contato de esperma ou de fluido pré-ejaculatório com a vagina . Contudo, os órgãos sexuais não entram contato durante o sexo oral, portanto, a chance de gravidez na prática é nula.

- A atividade de interfemoral (nas coxas) e a fricção entre as genitálias, embora seja uma atividade não-penetrativa, podem acarretar em risco de gravidez com transferência dos líquidos que contenham esperma entre os órgãos sexuais de pessoas de sexos opostos .

- Pode-se considerar que a masturbação coletiva seria, em tese, uma prática mais segura do que o sexo grupal, no qual existe o risco dos preservativos não serem trocados antes da penetração de outros parceiros.

- No entanto, a maior preocupação que há em relação aos riscos que o sexo não-penetrativo podem causar não estariam diretamente relacionadas à prática, mas sim ao fato de que os parceiros podem não se conter durante as trocas de carícias e outros atos, vindo a perder o controle e praticarem o coito. Por isso, é recomendável que em toda e qualquer atividade sexual entre duas ou mais pessoas sempre se tenha por perto alguns preservativos.

(Fonte da pesquisa:wikipédia)

Leia também:

Práticas sexuais consideradas como masturbação mútua - O sexo sem penetração


Masturbação Mútua - Sim , por que não ?!

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Práticas sexuais consideradas como masturbação mútua - O sexo sem penetração

. Práticas sexuais consideradas como masturbação mútua
. Tipos de sexo sem penetração 

 http://noamorenaguerradossexos.blogspot.com.br/

A masturbação se divide em quatro grupos ; individual , mútua , recíproca e grupal.
Masturbação individual
Ato de provocar estímulos sexuais , geralmente com as mãos , em si mesmo .
Masturbação recíproca
Ocorre quando a estimulação do órgão sexual é feita pelo parceiro. 
Normalmente enquanto se estimula o parceiro, estimula-se também a si próprio , já que o ato de estimular o parceiro causa prazer também a quem o faz. 
Masturbação grupal
Embora seja incomum , existe a masturbação feita em grupo, que geralmente ocorre entre pessoas do mesmo sexo conhecida como circle jerk que é realizado coletivamente em uma reunião de homens.
Sabe-se que masturbação grupal pode envolver a participação pessoas do sexo oposto como ocorre na prática do bukkake, onde o alvo do facial seria uma mulher.
Masturbação mútua 
Ato sexual onde duas pessoas estimulam sexualmente um a outra, geralmente com as mãos. É uma atividade sexual sem penetração peniana na vagina, ânus e possivelmente na boca . Ato que se contrapõe à relação sexual convencional ou completa. 
Nela não há intenção da troca de fluidos corporais, sendo considerada uma prática de sexo seguro assim como de contracepção. Esta atividade sexual pode servir como uma preparação, uma preliminar, para a relação sexual propriamente dita.



Tipos de sexo sem penetração , podendo ou não haver contato entre os órgãos sexuais .

http://noamorenaguerradossexos.blogspot.com.br/
. Estimulação da vagina, do ânus ou do pênis com a mão, despido ou vestido. 
. Estimulação das genitálias concomitantemente em si mesmo ou no parceiro.
. Sexo virtual, estimulação mútua a distância, geralmente através do uso da internet ou de uma ligação telefônica.

. Tribadismo - fricção vulva-vulva.
. Frot - fricção pênis-pênis, escroto-escroto ou pênis-escroto.
. Docking - ato de inserir, parcialmente ou completamente, a glande dentro do prepúcio do parceiro.
. Sexo intercoxa - também conhecido como o sexo interfemoral, onde um homem coloca seu pênis entre as coxas da parceira ou do parceiro, e como consequência há o contato entre zonas erógenas de ambos.
. Sumata - tipo de estimulação da genitália masculina utilizando as coxas e os grandes lábios ,com a intenção da ejaculação sem a ocorrência de penetração vaginal. Prática comum nos bordeis japoneses  como forma de contornar a proibição da relação com penetração como a lei de 1956 especificava.
. Footjob -  palavra em inglês para a estimulação da genitália (geralmente) masculina com os pés, mas também sendo possível aplicar a mesma estimulação na genitália feminina.
. Espanhola - quando um homem fricciona seu pênis entre os seios de uma mulher.
. Sexo oral - estimulação com a boca da genitália do homem ou da mulher, embora algumas definições excluam o sexo oral como uma forma de sexo não-penetrativo devido ao risco na transmissão de doenças sexualmente transmissíveis .
. Frotteurismo - conhecido popularmente no Brasil como encoxar, é o ato de conseguir prazer sexual com um parceiro ou parceiros, despido ou vestido, sem penetração.
Muitos jovens usam o frotter numa fase inicial da intimidade sexual, antes que um contato mais explícito seja desejado. Outros como um substituto ao ato sexual com penetração, como forma de manter um grau mais elevado de castidade antes do matrimônio.
. Sexo háptico - sem contato corporal.
Várias atividades de BDSM não envolvem a penetração, porém não são geralmente considerados práticas de sexo não-penetrativo, principalmente porque envolvem alguns riscos especiais e porque não são substitutivos para a atividade sexual.

(Fonte da pesquisa:wikipédia)


Leia também:

Masturbação Mútua - Sim , por que não ?!

Masturbação Mútua - Por que ela e não o ato sexual ?


Quando se ouve falar em masturbação mútua , a primeira indagação que surge é ; por que se masturbar se é melhor praticar o ato sexual completo ?! 
Essas é mais uma daquelas situações em que a guerra do sexos vai parar na cama !


De fato , o ato masturbatório mútuo não é muito comum. 
Embora as mulheres venham cada vez mais adotando a prática da masturbação e , contudo que os homens , de um modo em geral , sempre tenham sido adeptos dessa prática , a masturbação mútua , no entanto , encontra fortes resistências para a sua prática .

Sabemos que para que algo a ser praticado a dois funcione bem , é necessário ter a compreensão e a boa vontade de ambos , a tendência é que a vontade de apenas um não se concretize plenamente.   
E é sabido , também que o sexo masculino, de um modo em geral, busca encurtar os caminhos que levam ao sexo . Tanto é que as preliminares , necessárias a satisfação feminina plena , acaba sendo excluída sempre que possível . 
Sendo assim e , em estando com a parceira , a preferência masculina é pelo sexo penetrativo , descartando , assim , qualquer outra possibilidade .

Não, necessariamente, há mal em tal prática ou preferência, muitas mulheres também apreciam assim , apenas haveria caso o tempo e a qualidade fossem insuficientes para ambos . 
Ainda assim , entendo que os casais podem explorar outras possibilidades , conjunta ou isoladamente do ato sexual convencional ou completo. 

Resultado de imagem para masturbaçao mutuaÉ importante ressaltar que , assim como a individual , a masturbação mútua , não existe para substituir o ato sexual completo , ela pode vir a complementar ou antecedê-lo . Assim , como pode ser utilizada em outros momentos , como naqueles em o ato convencional não puder ser praticado ou for indesejado , como forma de evitar DSTs , gravidez ou rompimento de hímen , ou simplesmente por desejo , preferência , saída da rotina sexual...São infinitas as situações em que a masturbação mútua se enquadra. Mas a principal delas , entendo que seja o estreitamento de laços afetivos .

O termo 'masturbação mútua' pode ser relativamente novo e , contudo que ela encontra certa resistência nos homens , ela se popularizou bastante com a chegada da Internet para todos . Afinal , os namoros virtuais acabam levando à satisfação sexual através da masturbação mútua e não são poucos os adeptos dessa prática .  Embora seja assim , não foi virtualmente que tudo começou .
O sexo por telefone veio antes e , mesmo antes dele , já se pratica outras modalidades de sexo não penetrativo com contato físico . As relações sexuais entre mulheres , devido a ausência de pênis , é considerada como masturbação mútua .
E , ainda que sendo para aplacar um desejo urgente, num momento impróprio ao ato convencional , sendo entre jovens que buscam preservar a virgindade sem abrir mão da satisfação sexual, sendo em virtude de menstruação , período pós parto , em convalescênças em geral e em outras situações , assim a masturbação mútua vem acompanhando os casais ao longo dos tempos .


Considerações quanto à masturbação mútua

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Sexo durante a menstruação ??! - Veja as dúvidas , dificuldades e soluções que acompanham a prática


Homens e mulheres estão sempre juntos; tanto no amor quanto na guerra , mas, quando vem o período menstrual , a situação pode mudar consideravelmente .
Sexo durante o período menstrual - As mulheres desejam ? Os homens encaram ?
Seria saudável a prática sexual durante a menstruação ?
E por que será que , para muitas mulheres , o período menstrual é sinônimo de forte desejo sexual ?
 O que fazer com essa libido , reprimir ou dar vazão ao desejo ?



Resultado de imagem para transar menstruadaTalvez esse assunto faça muita gente torcer o nariz . Entendo . Também minhas restrições quanto a certos comportamentos e práticas . 
Mas ,por mais delicado que seja o assunto , aposto sempre na informação e no diálogo franco para chegar a um entendimento .  

 A ciência não sabe dizer exatamente porque , mas confirma que, de fato , muitas mulheres tornam-se altamente receptivas ao sexo durante a menstruação .
Na falta de indícios concretos , atribui-se essa receptividade a fatores psicológicos . 
Entende-se que , talvez , a falsa ideia de estar totalmente livre da possibilidade de uma gravidez pode ser um estímulo a mais pela busca da satisfação dos desejos sexuais .

Porém , seja pelo desconforto físico ou pelo nojo , pelos tabus e crendices , pelas limitações de cada um ou falta de informação que cercam a menstruação , para muitos , esse período é sinônimo de total indisponibilidade sexual . Mas não necessariamente tem que ser assim .

Segundo os especialistas , não há contraindicações no sexo durante a menstruação , nem mesmo a penetração vaginal fica impedida nesse período .
Relacionar-se sexualmente ou não , essa é uma decisão que fica a cargo do casal , sendo da vontade ambos , os parceiros devem se sentir à vontade para praticar o que desejar .

É importante lembrar que , o fato da parceira estar menstruada , não significa que a proteção pode ser dispensada . Não !
Continua havendo risco de gravidez , ainda que com chances mínimas de acontecer , porém , existente . As DSTs também devem ser prevenidas , pois , a presença de sangue não diminui em nada o risco de contaminações , ele a favorece . Portanto , proteção sempre !

Resultado de imagem para transar menstruadaBom , mas para haver sexo , não necessariamente precisa haver coito . O contato sexual pode se dar de outras formas . Tudo depende do quanto o casal está disposto a manter a intimidade ativa mesmo nesse período que, dependendo de cada um , pode ser limitador ou não . 
Não basta que um dos parceiros deseje , ambos precisam estar confortáveis com a situação . quando um deseja e o outro rejeita a ideia , dificilmente a coisa fluirá bem . 

 Alguns homens , uns poucos , diga-se de passagem , gostam e assumem a preferência pelo  ato sexual durante a menstruação . 
Já outros ,  basta saber do estado da mulher para quererem distância dela . 
Gosto é gosto e não se pode forçar , apenas respeitar .
E a mulher , quando acometida pelos desconfortos físicos da menstruação ouque se sente constrangida devido à suas crenças e limitações , não pode se sentir forçada exceder seus limites . 
Afinal , prazer não combina com o sacrifício de nenhuma das partes . Esforço sim , sacrifício , nunca. Lembrem-se que carinho , paciência e muitos beijinhos fazem muito bem em dias de carência .  

Com nojinho ou sem ele , o fato é que muitas mulheres ficam sexualmente mais sensíveis durante o período menstrual . E aí , muita calma nessa hora !
Mas nem tudo está perdido , sempre se pode dar um jeitinho , não é mesmo ?!
Vamos às alternativas ! 
Bom , elas não são nada inéditas , mas a questão principal não é o que ou como fazer , afinal , não há manual para essas coisas e cada um sabe melhor o que  lha agrada . A ideia central é não se privar de algo que pode ser saudável , prazeroso e ainda aproximar mais o casal , acrescentando cumplicidade e satisfação à relação .  


Resultado de imagem para transar menstruadaNamorar no chuveiro , quem nunca o fez isso ?
Pois esta é uma ótima opção para não sujar a roupa de cama e nem se manter em contato com o material que vazar .  
Para os momentos de menor fluxo ou para quem não se importa com as manchas , forrar a cama com uma toalha escura pode ser o suficiente para manter a situação sob controle . 
Os casais que não toleram qualquer tipo de contato com o sangue ,  seja físico , visual ou com o odor , esses podem optar pelo uso do coletor menstrual descartável ou pelo absorvente interno em forma de esponja . Ambos permitem a penetração vaginal durante seu uso e ainda sem serem percebidos . 
(Veja mais sobre as novas opções de absorventes e coletores menstrual AQUI )

O sexo anal também é uma opção , no entanto , ainda há muito tabu e dúvidas girando em torno da prática, sendo assim , melhor não juntar duas questões com as quais se tenha dificuldades na prática . Esse é um assunto que merece ser analisado à parte e com cuidado .   
 Contudo , para os que não encontram dificuldade com o sexo anal , então , por que não no período menstrual ?!  

Mas , felizmente , nem só de penetração vive o sexo . Sabemos que há estímulos e brincadeiras eróticas que podem ser igualmente prazerosas .
Um simples absorvente interno abre um leque de possibilidades livres de acidentes .
Eliminada a possibilidade de vazamentos , o casal pode explorar melhor os toques , carícias e as sensações . 
Assim , pode-se fazer de um momento em que geralmente ocorre uma certa distância ,  um momento especial para ambos .  
Com sexo ou sem ele , o importante é manter a cumplicidade do casal .

O BEIJO - Veja o quanto pode haver por trás dos beijos românticos que trocamos .

Beijar é bom, beijar na boca é bom demais !
Que beijar é bom, tudo mundo sabe . Mas, o que nem todos imaginamos é como ele nasceu e o quanto mais pode haver por trás dos beijos que trocamos . 


Resultado de imagem para beijoO ato de beijar é algo prevalente em praticamente todas as culturas e sociedades ao redor do globo. Até entre os os primatas há algo muito similar ao beijo dos humanos.
Isso seria então uma forte indicação de que o beijo não somente teria surgido de maneira acidental, mas na verdade, ele tem a sua função.




Ao acompanhar mais de 900 indivíduos através de entrevistas e questionários durante algumas semanas, uma pesquisa concluiu o que um beijo realmente pode significar.

O beijo tem um papel complementar ao ato sexual e, de alguma forma, nos dá acesso à intimidade da saúde física do parceiro – informação primordial para nossos antepassados que não tinham como avaliar de maneira “rápida” a saúde do parceiro. Lembremo-nos que o hálito, por exemplo, pode carregar diversas informações a esse respeito, além de trazer traços de variações hormonais etc, servindo-nos de uma poderosa “pista” a respeito do outro.
Portanto, o beijo nos permitiria , de forma instintiva, “colher” informações imediatas a respeito da condição física da outra pessoa, ou seja, se ela seria (ou não) segura para nos acasalarmos.


Resultado de imagem para beijoOutra conclusão foi a de que o beijo cumpre uma função de melhorar a excitação e o envolvimento sexual, o que ajudaria a criar um maior desejo das pessoas permanecerem juntas por mais tempo.

 Notou-se que entre o grupo avaliado, quando questionados, as mulheres eram as que mais se lembravam da qualidade do beijo de seus parceiros.
O beijo para elas, portanto, diferentemente dos homens, as ajudaria na escolha de quais parceiros seriam mais saudáveis, afetuosos e, principalmente, com maiores chances de permanecer ao lado delas, o que poderia indicar que eles as auxiliariam igualmente na criação dos filhos – um elemento potencial na sobrevivência da prole de nossos antepassados.

Resultado de imagem para beijoSegundo os pesquisadores, o beijo nos ajudaria a mensurar as perspectivas que um parceiro(a) romântico(a) apresenta em termos da duração de uma relação, ou seja, um bom beijo seria um eficiente indicador ao nos assinalar parceiros que virão a ser um bom investimento no longo prazo.

A pesquisa revelou também que, para indivíduos que não procuravam relacionamentos de longo prazo, o beijo era muito importante antes do sexo, mas não depois. Já para aqueles com tendências mais estáveis de relacionamento, o beijo foi tão importante antes como depois do envolvimento sexual.
Curioso notar que aqueles casais que afirmaram se beijar mais frequentemente também apresentavam melhores níveis de qualidade de relacionamento, todavia, isso não queria dizer que a vida sexual deles seria mais ativa do que a média estudada.


Resultado de imagem para beijoBeijar é um ato muito mais importante do que se pode pensar nas mais diversas esferas do relacionamento humano, ao carregar poderosos elementos de comunicação interpessoal.
O beijo é uma forma de diálogo.

É muito provável então que nos dias de hoje, quando os relacionamentos aparentemente são mais fugazes, beijar várias pessoas em apenas uma noite seja uma das formas ainda carregada com os mecanismos mais primitivos de separar, na multidão, alguém que venha a se tornar um(a) bom(a) parceiro(a) no futuro.
Assim sendo, um beijo nunca é apenas um beijo.

Dizem alguns, inclusive, que talvez devêssemos reconsiderar a expressão “amor à primeira vista” para “paixão ao primeiro beijo”. A chamada “química” entre duas pessoas, portanto, possivelmente contém elementos (positivos) desta verificação corporal.
E você, o que pensa a respeito ? O que o beijo particularmente lhe significa ?



(Fonte:http://cristianonabuco.blogosfera.uol.com.br/2014/02/19/o-beijo-nunca-e-apenas-um-beijo-revela-estudo/ )


quarta-feira, 6 de abril de 2016

Preferência sexual em relação ao tamanho do pênis


VEJA COMO FUNCIONA A RELAÇÃO ENTRE O TAMANHO DO PÊNIS, A ANATOMIA FEMININA E A RESPOSTA DO PRAZER PROPORCIONADO :


tamanho do penis Do ponto de vista masculino, quanto maior o pênis, maior será o prazer proporcionado à parceira .
Mas, e do ponto de vista anatômico feminino, como funciona essa relação ?

Preferência sexual em relação ao tamanho do pênis

Uma fonte contínua de debates é a quantidade de mulheres que realmente tem preferência por certos tamanhos de pênis. Em um estudo realizado em 2005 nos Estados Unidos, 93% das mulheres disseram estar "muito satisfeitas" com o tamanho do pênis de seus parceiros.

Um estudo publicado em 2001, pesquisou as preferências femininas sobre o tamanho do pênis e concluiu que a circunferência, mais do que o comprimento, é um fator importante de estimulação sexual.

Outro estudo, conduzido em um hospital norte-americano, questionou a 375 mulheres sexualmente ativas (que recentemente tinham dado à luz) a importância do tamanho do pênis. Do total de 170 mulheres que responderam (25%); 12% das mulheres acharam o tamanho do pênis importante e 1% muito importante; 65% e 32% das mulheres não acham o tamanho do pênis importante ou acham que não importa totalmente, respectivamente .

Tamanho do pênis e a resposta vaginal

tamanho do penisDe acordo com o terapeuta sexual Louanne Cole Weston, PhD, em um artigo escrito em Maio de 2002, muitas ideias erradas se desenvolveram sobre a relação peniana-vaginal. Muitos homens consideram extremamente importante uma penetração vaginal profunda para estimular uma mulher ao orgasmo.

A área mais sensível da vagina é a porção mais perto do lado externo do corpo feminino, que possui aproximadamente 10 centímetros de comprimento. Levando-se em consideração que o tamanho médio do pênis está acima deste comprimento, a maioria dos pênis são longos o suficiente para o estímulo sexual. Alguns autores afirmaram que um pênis menor que a média pode estimular melhor o ponto G, embora a existência real do ponto G seja contestada por muitos pesquisadores.

Pênis longos (acima de 20 centímetros) podem se esfregar ou acertar o cérvice. A maioria , 95% das mulheres acha isso muito desconfortável e doloroso. E todos os estudos comprovaram que o diâmetro mais grosso do pênis tem dado muito mais prazeres as mulheres do que o comprimento.

Durante a relação vaginal, a vagina aumenta seu comprimento rapidamente após a inserção inicial de cerca de 10 para 14 cm,  mas as profundidades iniciais e finais variam em cerca de 2,5 cm , de mulher para mulher . Quando a mulher fica completamente excitada, a vagina se expande (seus ²⁄₃ finais expandem em comprimento e largura) ao passo que o cérvice se retrai, significando que em certos ângulos de penetração, os pênis mais longos vão deslizar sobre ou sob o cérvice.

Um pênis mais grosso pode proporcionar maior fricção contra os bulbos vestibulares, que estão localizados próximos e anteriormente dos dois lados da uretra.

(Fonte da pesquisa: wikipedia)


Leia também:

Dúvidas sobre o tamanho do pênis




segunda-feira, 4 de abril de 2016

Formas corretas de medir o cumprimento e circunferência do pênis

MEDINDO O PÊNIS


Insatisfeitos com a simples medição visual , muitos homens partem em busca de medidas mais precisas para seus órgão sexuais . Existem diferentes modos de medição.
Vejamos algumas formas para executar essa tarefa :






Medição Clínica
Primeiramente, o pênis deve estar ereto ao máximo antes da medição, e em uma medição clínica essa situação é difícil de se atingir. Já foram até usadas drogas injetadas no pênis, por um médico brasileiro, de modo a induzir uma ereção, proporcionando resultados muito mais consistentes.
Alguns médicos medem o pênis esticando o pênis flácido ao máximo possível sem que haja desconforto e tomam a medida baseados na teoria de que um pênis flácido completamente esticado é igual em comprimento a um pênis ereto.
Não é muito confiável acreditar em afirmações próprias das pessoas sobre o tamanho de seu pênis, já que alguns pacientes exageram ou são incapazes ou mesmo não dispostos a medir o pênis corretamente, sem falar que os conceitos de "grande", "médio" ou "pequeno" variam , ou seja, o que é grande para um pode ser médio ou pequeno para outro.

Comprimento do pênis
Resultado de imagem para tamanho do pénis humano normalO comprimento é geralmente medido com a pessoa de pé e com o pênis paralelo ao chão. A medida do comprimento é horizontalmente ao longo da região dorsal (de cima) do pênis desde a origem (base) do pênis até a ponta. Se o pênis é medido na parte inferior, o resultado é menos confiável. Medidas tomadas com a pessoa sentada ou deitada também tendem a ser não-confiáveis.

Circunferência do pênis
A circunferência do pênis é medida usando-se uma fita métrica. É considerada como uma média das medidas de 3 locais do pênis: logo abaixo da cabeça do pênis, no meio do corpo do pênis, e na base ou parte mais grossa .

(Fonte da pesquisa: wikipedia)

Leia também

Tamanho médio do pênis humano adulto


Tamanho médio do pênis humano adulto

Para os que têm dúvidas quanto a ter um pênis de tamanho considerado normal , um estudo publicado em 2015 , apontou a média do comprimento e circunferência entre homens adultos .



Já foram realizados muitos estudos sobre o tamanho médio do pênis humano. Estes estudos são postos em causa devido à alegada influência da seleção própria , ou seja , os homens com o pênis menor do que a média seriam menos dispostos a permitir a medição de seus pênis, ao passo que homens com os pênis maiores do que a média seriam mais dispostos a permitir a medição. Esta auto-seleção não foi, no entanto, confirmada de forma científica.


Comprimento do pênis ereto

Resultado de imagem para tamanho do pénis humano normal
Em consideração ao tamanho do pênis adulto completamente ereto (medido sobre o topo, ou dorso, do pênis da base até à ponta), muitos estudos já foram realizados. Os estudos que se basearam em medições dos próprios homens estudados de seus pênis, incluindo as pesquisas de Internet, consistentemente relataram uma média mais alta do que aqueles que usaram médicos ou cientistas pesquisadores para realizar as medições.


Estudos acadêmicos e científicos sobre o tamanho e a circunferência do pênis de homens adultos 


Um estudo publicado em março de 2015 numa revista de urologia especializada, a BJU International, sistematizou estudos anteriores reunindo a medição dos pênis de 15521 homens dos 17 aos 91 anos, medindo o seu pênis segundo procedimentos padronizados feitos  por profissionais da saúde. Os valores médios foram

domingo, 3 de abril de 2016

Dúvidas sobre o tamanho do pênis - Tamanho é documento ?

O desempenho na cama é um dos principais pavios que detonam a guerra dos sexos . Afinal , muito do que rola entre eles e elas , começa ou termina na cama !

Ao passo em que elas estão cada vez mais exigentes , eles cada vez mais empenhados em não deixar a desejar . Uma das questões que , correta ou erroneamente , acompanha o desempenho na cama , é o tamanho do pênis .



 tamanho do penis
Os homens , em geral , preocupam-se muito com o tamanho do pênis . Tanto que , por conta dessas medidas , alguns se sentem até "mais homens" que outros .Sendo assim , a pergunta que não quer calar é ; tamanho é documento ? 









As opiniões se dividem , há quem diga que tamanho é sim documento e há quem diga que não.
Os mais avantajados entendem que sim ; é das maiores "espadas"que elas gostam mais ! Já os outros , garantem que não , e afirmam que um "punhal" bem manuseado executa excelentes serviços !

Nesse duelo entre espadas e punhais , as preferências também se dividem .
Ou por ser grande ou pequeno demais ,alguns pênis impressionam pelo tamanho ! 
Tem quem queira distância dos menores e tem quem queira distância dos maiores . 
Cada pessoa tem a sua preferência e , quanto a isso , não há o que discutir .
No entanto , mais que ter um bom tamanho , é esperado que as armas sejam bem manuseadas , que elas estejam sempre limpas e que não disparem antes da hora certa .


 tamanho do penisDecerto , também , é que não adianta ter uma espada tão grande que não possa ser erguido , assim como também não adianta ter um punhal que não seja capaz de penetrar !

Então , em até que ponto o tamanho do pênis interfere no bom desempenho sexual ?
Contudo , há casos que não se tratam de meras preferências , e sim de acomodações anatônicas .  
Obviamente , os órgãos sexuais masculinos mais longos se acomodarão melhor nos órgão femininos mais profundos . Assim , um órgão grande poderia causar sérios desconfortos à parceira , da mesma forma que um órgão menor não proporcionaria uma penetração satisfatória numa parceira maior .  


Mas afinal , tamanho é ou não é documento ?
 tamanho do penisÉ interessante ressaltar que , assim como uma relação não se faz apenas na cama , o sexo não se faz apenas de penetração . 
Tamanho pode ser documento em duas situações : num primeiro momento ele pode impressionar ou quando ele é tudo que se tem a oferecer ou tudo que se deseja receber do outro . Assim , o tamanho se destaca na importância .
No entanto , havendo valores mais relevantes , como envolvimento , afinidades em comum , desejos maiores e vontade de fazer dar certo , o tamanho se torna apenas um detalhe a mais .



Assim , conclui-se que , excluindo os casos extremos para mais ou para menos , o tamanho do pênis não necessariamente está relacionado ao desempenho na cama . Sabendo explorar as várias possibilidades de enriquecer o ato sexual , os pequenos detalhes passam a fazer grandes diferenças , assim como os grandes podem tornar-se mínimos .
Vale lembrar , também , que o tamanho do pênis não faz de ninguém mais ou menos homem . A opção sexual , o caráter , a competência , a ética na vida esses , assim como muito do que nos compõe , estão longe de poderem ser medidos com fita métrica . 
Portanto , de um modo em geral , tamanho não é documento .


Leia também :


sexta-feira, 1 de abril de 2016

Porta entre-aberta

Não vou deixar a porta entre aberta.
Vou escancará-la ou fecha-la de vez.
Porque pelos vãos, brechas e fendas ,
Passam semi ventos, meias verdades ...
E muita insensatez .

(Cecília Meireles)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...